Cachaça com caranguejo

Quando eu ví uma garrafa de cachaça com um caranguejo dentro eu logo pensei: “Como é que conseguiram colocar um caranguejo dentro dessa garrafa?” e a segunda coisa foi: “Qual será o gosto disso?”

E com o Ando Experimentando, eu me sinto, cada dia mais, na incumbência de experimentar TUDO. E não seria esse crustáceo morto que iria conseguir me vencer!

Eis a marvada, que veio lá de Teresina para São Paulo:

Vou ser sincero, se me dessem o copo com essa bebida antes de eu ter visto a garrafa, teria sido muito mais fácil.

É horripilante ver o caranguejo todo apertado dentro da garrafa – que até agora eu não entendi como colocaram ele intacto lá – e pior ainda são os pelinhos que ficam boiando na cachaça. Bom, mas não vou fazer propaganda negativa porque essa cachaça tem lá sua história no nordeste e norte desse país e não é de todo ruim.

O cheiro e o gosto da cachaça é um grande mix de pinga com um toque de caranguejo (me lembrou o gosto daquelas capsulas de quitosana). É bem forte e excêntrico.

GuiCury 1 X 0 Caranguejo.

15 Comments on Cachaça com caranguejo

  1. Agatha
    28 de outubro de 2011 at 8:18 (3 anos ago)

    essa é marvada!

    Responder
  2. Sena
    28 de outubro de 2011 at 9:36 (3 anos ago)

    Essa eh braba! Mas pra mim a pior foi a pinga do fusca azul de Extrema/MG. Vc paga 5 reais o litro que vem numa garrafa de plástico…

    Em menos de 1h a garrafa de contorce inteira por conta da quantidade de alcool da pinga..tenso!

    Responder
    • Guilherme Cury
      28 de outubro de 2011 at 9:38 (3 anos ago)

      Mas essa do Fusca Azul deve ser igual aquelas bombinhas de 500ml que vende na gôndola mais escondida do mercado, que custa R$2,00. E parece álcool puro. rs

      Responder
  3. Dani Cruz
    28 de outubro de 2011 at 9:39 (3 anos ago)

    não bebo isso NEM AMARRADA.

    mas eu sei como eles colocam o caranguejo na garrafa :D

    Responder
      • Guilherme Cury
        28 de outubro de 2011 at 9:48 (3 anos ago)

        É um segredo maranhense.

        Responder
  4. Flávia
    28 de outubro de 2011 at 9:49 (3 anos ago)

    Nem eu, que sou nordestina, tenho coragem de encarar!
    hahahaha
    Até sei de pessoas que não tem muito preparo estomacal e quando tomaram tiveram dor de barriga… hahaha

    Responder
    • Guilherme Cury
      28 de outubro de 2011 at 9:50 (3 anos ago)

      Vou confessar que não foi fácil não viu! E ainda fiquei sentindo o gosto do crustáceo por um tempão em tudo que comia e/ou bebia.

      Responder
  5. Caco
    28 de outubro de 2011 at 10:15 (3 anos ago)

    Taí uma coisa que eu não teria coragem de fazer… Eu comeria uma daquelas larvas de treinamento de sobrevivência. Até carne de cobra eu teria coragem de experimentar. Agora bebidas com animais dentro não me animam…

    Mandei pro Gui no Twitter um link com diversas outras bebidas do tipo. Agora ele já tá pronto pra experimentar algumas dessas: http://migre.me/60Ojp rsrs

    Responder
    • Guilherme Cury
      28 de outubro de 2011 at 10:24 (3 anos ago)

      Vou tentar! Eu cheguei a experimentar a Tequila com larva dentro. Mas não tive a oportunidade de tomar toda e depois comer a larva! =/

      Responder
    • Agatha
      28 de outubro de 2011 at 13:07 (3 anos ago)

      já passei por poucas e boas por álcool, mas aí já é demais… =P

      Responder
  6. Ryk
    29 de janeiro de 2012 at 16:14 (3 anos ago)

    Boa Tarde!

    Eu gostaria de saber qual o valor dessa bebida tão diferente,e arretada???

    Grata!

    Responder
  7. Danilo Gomes
    23 de fevereiro de 2012 at 15:41 (3 anos ago)

    Cara, acabei de comprar uma garrafa dessa, da grande,igual a da primeira foto, em Fortaleza. Paguei 15 reais. Eu perguntei para a vendedora se era só de enfeite ou se era pra beber mesmo. Ela disse que tem gente que toma, mas ela não recomenda. Ainda estou criando coragem. Se conseguir fazer essa façanha eu respondo. Mas valeu a dica.

    Responder
    • Guilherme Cury
      23 de fevereiro de 2012 at 16:08 (3 anos ago)

      Danilo, eu tive que experimentar pra poder contar essa experiência por aqui! Mas é bem estranho! hahahaha… se tomar, conta o que achou pra nós!

      Responder
  8. Sheyla
    17 de setembro de 2012 at 17:10 (2 anos ago)

    O caranguejo é criado desde pequeno na garrafa com uma tela para respiração e alimentado. Depois morto!
    :( Tadinho! O mesmo para frutas: cajus e afins. As garrafas são colocadas nas plantações com o fruto muito pequeno dentro até crescerem.

    Responder

Leave a Reply